+ Notícias

  • Crédito: Divulgação/CBB

    Recuperado de uma lesão no tornozelo, armador Rafa Luz (ao centro) anotou 10 pontos contra a China.

Com emoção, Brasil bate China

Mesmo com último quarto irregular, Seleção vence segundo amistoso contra os chineses
Por: Redação e assessorias/CBB - 25/08/2019 11:40:18

A Seleção masculina de basquete voltou a vencer a China, em amistoso preparatório para a Copa do Mundo, que terá início da próxima semana no país asiático. Depois de uma vitória suada e conquistada na base da superação, na última sexta-feira (23), em Guangzhou, na manhã deste domingo (horário de Brasília), em Wuhan, o Brasil controlou as ações durante a maior parte do jogo e venceu por 73 a 70.

A partida marcou o retorno do armador Rafa Luz, recuperado de uma lesão no tornozelo. Por outro lado, o Brasil não contou com Didi, poupado, e Alex Garcia, que ficará de cinco a sete dias fora de combate devido a uma contratura na coxa esquerda.

Antes da estreia na Copa do Mundo, no dia 1º de setembro contra a Nova Zelândia, em Nanjing, pelo grupo F, o Brasil ainda fará um último teste na próxima quarta-feira (28) diante do Tong Xi, bicampeão da Liga Chinesa nas temporadas 2010 e 2011, na cidade de Yixing.

“Foram apenas 25 minutos de um ótimo jogo, mas no último período nós diminuímos o ritmo e permitimos que a China voltasse para a partida. A sete dias de começar a Copa do Mundo temos que recuperar alguns jogadores e corrigir os últimos erros para estarmos todos juntos no próximo domingo”, avaliou o técnico Aleksandar Petrovic.

Rafa Luz comemorou o retorno às quadras depois de um longo tempo de recuperação. Ele anotou 10 pontos diante dos chineses. “Muito bom poder estar de volta e ajudar os companheiros, infelizmente a recuperação da lesão no tornozelo demorou um pouco mais do que o esperado, mas agora já são águas passadas. Foi um jogo intenso, alguns jogadores foram poupados por lesão, então quem não estava jogando muito hoje teve oportunidade. Foi uma experiência legal, principalmente para os mais jovens aprenderem a lidar com situações complicadas. Com certeza no Mundial também teremos momentos ruins durante as partidas e fica essa lição. Vamos chegar mentalmente fortes no Mundial”, disse o armador.

 

 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade