NBA

  • Crédito: Getty Images Sport

    Enes Kanter durante apresentação no Boston Celtics, seu atual time na NBA.

Com risco de prisão, Kanter vira americano

Acusado de terrorismo pelo governo turco, pivô entra com processo de naturalização nos EUA
Por: Rafael Nascimento - 23/08/2019 14:44:28

A vida extraquadra de Enes Kanter, pivô que defende atualmente o Boston Celtics, não está nada fácil. Acusado de terrorismo pelo governo da Turquia, por conta de críticas ao presidente turco Recep Tayyip Erdogan, rotulado pelo jogador de "o Hitler de nossa geração” e com risco de prisão caso pise em seu país de origem, Kanter deu entrada no processo para virar cidadão norte-americano. Para isso, estaria disposto até a mudar de nome.

"Estou me tornando um cidadão dos Estados Unidos em 2 anos", disse Kanter à TMZ Sports. "Na verdade, estou pensando em adotar um nome americano. Estou pensando nisso, ainda não sei”, completou.

Enes Kanter, de 27 anos, é opositor do atual governo turco, que já chegou a pedir sua extradição dos Estados Unidos. Apesar da real ameaça de ser preso caso volte para casa, Kanter mantém suas convicções ideológicas. "É definitivamente difícil lutar contra um ditador. Mas, definitivamente, tenho esperança. Estou tentando ser a voz de pessoas inocentes e sem esperança que não têm uma”, finalizou o pivô.

Não fossem as desavenças políticas com o governo turco, por conta de suas médias - em 2019, ele obteve 13,7 pontos e 9,8 rebotes por jogo, na NBA - e da presença no garrafão, Kanter poderia ser, com facilidade, a grande estrela da Turquia na Copa do Mundo da China, que acontece a partir do dia 31. A Turquia está no grupo E, ao lado dos Estados Unidos, República Tcheca e Japão.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade