NBA

  • Crédito: Harry How/Getty Images Sport.

    Tyson Chandler foi uma pedra no sapato para Karl-Anthony Towns.

Chandler é importante em vitória dos Lakers

Veterano pivô mostra intensidade no momento defensivo e pega dois rebotes ofensivos essenciais
Por: Redação - 08/11/2018 14:08:17

Pouco mais de 24 anos depois de ser anunciado como novo reforço, Tyson Chandler defendeu pela primeira vez o Los Angeles Lakers, executou defesas e rebotes importantes que garantiram a vitória sobre o Minnesota Timberwolves. Na madrugada desta quinta-feira, no Staples Center, o pivô de 36 anos pegou dois rebotes ofensivos em sequência nos segundos finais e foi fundamental na confirmação do triunfo, por 114 a 110.

Ao final da partida, a chegada de Tyson Chandler foi elogiada por Luke Walton. “Precisávamos agora de ajuda", começa o técnico dos Lakers, em entrevista coletiva. "E eu não sei como tudo isso funciona, mas dou ao [gerente geral] Rob [Pelinka] e à Magic o crédito por reconhecer isso e fazer esse trabalho para o nosso time", elogia sobre a contratação do pivô.

Melhor defensor da temporada 2011/12, Tyson Chandler mostrou intensidade defensiva dentro do garrafão e, segundo os dados coletados pela ESPN norte-americana, dificultou o desempenho ofensivo do Minnesota, que acertou 4-13 (30,8%) dos arremessos com Chandler como principal defensor.

O veterano levou vantagem no duelo direto contra Karl-Anthony Towns, que errou os seis chutes sob a marcação do pivô. Além disso, nos 23 minutos em quadra, a defesa dos Lakers cedeu apenas 47 pontos. Nos 25 minutos que Tyson Chandler descansou, Los Angeles sofreu 63 pontos.

Além do desempenho dentro de quadra, Chandler também foi exaltado pela atuação como um líder. "O treinador perguntou o que estava errado. Eu disse. 'Quando Tyson está falando, eu não preciso falar também'. Então, ter outra voz no vestiário é ótimo, especialmente para mim e o Bron [James]", revela Rajon Rondo.

Depois de conquistar a quinta vitória em 11 partidas, o Los Angeles Lakers de Tyson Chandler retorna à quadra na madrugada deste domingo, às 1h (horário de Brasília), diante do Sacramento Kings (6-5).

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *