NBA

  • Crédito: David Sherman/NBAE via Getty Images Sport.

    Depois de anotar 50 pontos, Derrick Rose não segurou a emoção.

"Achei que minha carreira havia acabado", revela D-Rose

Armador de 30 anos do T-Wolves exalta recuperação na carreira após ser dispensado do Utah Jazz
Por: Redação - 07/11/2018 13:04:01

Ao anotar 50 pontos na vitória do Minnesota Timberwolves sobre o Utah Jazz, Derrick Rose atingiu a sua maior pontuação da carreira e lembrou o atleta que foi eleito o MVP da temporada 2010/11 da NBA. Entretanto, em entrevista ao jornalista Nick Friedell, da ESPN norte-americana, o armador de 30 anos revelou que passou por momentos conturbados no começo do ano e pensou em desistir da carreira.

Depois de ser envolvido em uma troca do Cleveland Cavaliers com o Utah Jazz e, logo na sequência, ser dispensado da equipe de Salt Lake City, Derrick Rose entrou em depressão e cogitou se aposentar do basquete.

"Achei que minha carreira havia acabado", revelou Rose. "Não consegui correr durante um mês e meio. Não sei o que estava acontecendo com meu tornozelo. Eu estava tentando descobrir as coisas. Naquela época, eu ia para a quadra com meu amigo Art quando era 3, 4 da manhã, só para arremessar. Estava sempre perto de uma bola de basquete, era meu porto seguro. Em Cleveland, eu percebi que ainda tinha alegria e que o jogo ainda estava em algum lugar dentro de mim", confessou.

Apesar das dificuldades, D-Rose nunca desistiu de voltar à NBA e seus filhos foram importantes para a retomada na carreira. "Acho que ter meus filhos foi algo muito importante para que eu pudesse voltar e passar por tudo que estou passando agora. Aos 30 anos, depois de passar por cinco cirurgias - quatro nos joelhos, uma no rosto - e entendendo onde estou na minha carreira, sabendo que ainda tenho uma vida. Mas não gosto mais de falar sobre isso. Deixo meu jogo falar por mim", afirmou.

Em oito de março, Derrick Rose assinou com o Minnesota Timberwolves e iniciou uma nova era na carreira. Ao ser comandado por Tom Thibodeau, que foi o seu técnico no Chicago Bulls, o armador é peça importante na segunda unidade da equipe e tem um grande desempenho no início da temporada, com médias de 18,8 pontos, 5,0 assistências e 4,0 rebotes em outubro.

O auge foi a atuação no último dia 31 de outubro quando atingiu pela primeira vez na carreira a marca de 50 pontos na vitória sobre o Utah Jazz. "Estou fazendo história agora. Sempre que toco na quadra, é história. É assim que me sinto, sabe? Acho que meus fãs e as pessoas que assistem entendem isso de certa forma. As pessoas que realmente se importam comigo. Há aqueles que falam m... em todos os lugares, mas há aqueles que realmente seguem minha história e aqueles que estão escrevendo minha história. Quem se importa com o que os outros falam?", ratificou.

Na madrugada desta quinta-feira, às 1h30 (horário de Brasília), o Minnesota Timberwolves de Derrick Rose encara o Los Angeles Lakers de LeBron James, no Staples Center.

Confira os jogos da noite desta quarta-feira e da madrugada desta quinta-feira da semana quatro da temporada 2018/19 da NBA:

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *